PENSAR COM OS MEUS BOTÕES

SOBRE O CASO DOS SUBMARINOS

Posted in Política e Sociedade: Artigos de Opinião by Manuel Coimbra on 27/09/2012

Na Alemanha, o tribunal de Munique que teve em mãos a análise do negócio da venda de submarinos à Grécia e a Portugal, quando Durão Barroso era primeiro-ministro e Paulo Portas ministro da Defesa, concluiu que houve corrupção neste negócio, condenando o ex-administrador da Ferrostaal Johann-Friedrich Haun e o ex-procurador Hans-Peter Muehlenbeck por suborno. Estes ex-executivos da Ferrostal afirmaram, em tribunal, que pagaram subornos na Grécia e em Portugal para conseguir que ambos os países se decidissem pela compra de submarinos ao German Submarine Consortium (GSC), que, além da Ferrostaal, integrava os estaleiros Howaldswerke, de Kiel, e a metalúrgica Thyssenkrupp, de Essen. Entre os beneficiários dos 62 milhões de euros pagos em ‘luvas’ esteve o ex-ministro da Defesa grego Akis Tsochatzpoulos, de acordo com a queixa-crime do Ministério Público de Munique.
Ora Paulo Portas, como ministro da Defesa, tinha a obrigação de conhecer o contrato de compra e venda dos ditos submarinos, pois a compra dependia da sua autorização.
O desaparecimento, do Ministério da Defesa, do dossier contendo a documentação relativa aos concursos que antecederam a celebração dos contratos, contrapartidas e financiamentos, conforme noticiado recentemente pela imprensa, vem confirmar as afirmações daqueles corruptores alemães e provar que há “caça grossa” que tenta passar ilesa em todo este processo, pois como diz o ditado popular: “Quem não deve, não teme!”. E, portanto, o dossier deveria estar disponível no Ministério da Defesa para ser estudado pelo colectivo de juízes que tem em mãos este caso.
Acho também estranho esses juízes terem sido movimentados para outros tribunais, o que levou à reformulação do colectivo de juízes e, consequentemente, ao adiamento do julgamento “sine die” de 3 arguidos alemães e de 7 portugueses que estava marcado para o dia 17 de Setembro.
Os portugueses têm o direito de saber tudo o que se passou neste caso dos submarinos e os tribunais a obrigação de punirem os corruptos rapidamente, pois também é o bom nome da justiça portuguesa que aqui está em causa.
É pois fundamental trazer este caso à tona e inviabilizar a tentativa de certas pessoas de o fazerem submergir para sempre.

Anúncios

CARTA ABERTA A PASSOS COELHO

Posted in Política e Sociedade: Artigos de Opinião by Manuel Coimbra on 27/09/2012

Passos Coelho,

Face à prática política que você tem seguido, vou fazer o seu retrato psicológico. Você é: MENTIROSO (porque disse que não apoiava mais medidas de austeridade para o povo português, quando estava na oposição, e desde que há 1 ano chegou ao governo fez precisamente o contrário: confiscou os subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e aos reformados, diminuiu o valor do RSI, baixou o valor das deduções específicas e o valor dos abatimentos em sede de IRS e mentiu a uma criança, numa escola que visitou no período pré-eleitoral, que lhe perguntou se você ia retirar o subsídio de férias e de Natal à sua mãe e você garantiu-lhe que nunca faria uma coisa dessas, lembra-se?; adulto que engana uma criança não tem carácter), INJUSTO (porque lançou impostos sobre os rendimentos do trabalho, sobre a classe média e os mais desfavorecidos e não lançou qualquer imposto sobre as grandes fortunas, sobre rendimentos do capital ou sobre os lucros das grandes empresas), COBARDE (porque não tem coragem para impor aos ricos impostos, enquanto que sacrifica o povo com impostos desmedidos), TRAIDOR À PÁTRIA (porque está ao serviço de interesses particulares ao privatizar empresas públicas como a EDP e a REN, que atingiram a dimensão que actualmente têm à custa do dinheiro dos contribuintes nelas investido em infraestruturas ao longo de muitos anos e vendeu, ou antes, deu o BPN por 40 milhões de euros ao BIC, quando havia ofertas de compra muito superiores, ao mesmo tempo que deu um aval de 68O milhões de euros com dinheiro do Estado a este banco, pela aquisição daquele; você também boicotou, durante meses, a viabilização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, que tinham encomendas que cobriam as dívidas da empresa, para a vender também a um grupo privado; os traidores são sempre pagos e você está na política para enriquecer à custa do Estado português, com estes favores que anda a fazer aos privados de quem você é testa de ferro), IMORAL (porque os seus actos são próprios de uma pessoa que não tem princípios éticos de equidade, de fraternidade, de justiça, que são os valores com que se deve construir uma sociedade que dignifique o ser humano), CORRUPTO (porque não tem integridade de carácter para resistir às pressões e aos interesses de alguns, prejudicando milhões de portugueses), etc. VOCÊ E OS MEMBROS DO SEU GOVERNO SOIS PIOLHOS POLÌTICOS EM CAMISA LAVADA!