PENSAR COM OS MEUS BOTÕES

MINISTÉRIO DO ANALFABETISMO E DA INCOMPETÊNCIA

Posted in Política e Sociedade: Artigos de Opinião by Manuel Coimbra on 26/09/2014

O Ministério da Educação e Ciência deveria chamar-se Ministério do Analfabetismo e da Incompetência.

Do analfabetismo, pela política anti-educativa que o ministro Nuno Crato tem vindo a fomentar: encerramento de escolas, redução drástica de funcionários e de professores, aumento do número de alunos por turma, falta de apoio a alunos com necessidades educativas especiais e corte de verbas nas escolas, nas universidades e para a investigação científica.

Da incompetência, devido a erros crassos, ou melhor, erros cratos, no concurso chamado de Bolsa de Contratação  de Escolas, devido a um erro matemático  (aconselho vivamente acções de formação de  Matemática para os responsáveis), que colocou professores com menor classificação profissional à frente de professores com mais classificação. A solução(?) apresentada pelo sr. ministro mantém tudo na mesma: quem já está colocado permanece nas escolas, mas vai-se reformular o concurso.

Ó sr. ministro, onde está a lógica desta sua afirmação?  Só na sua cabeça!

Relativamente ao encerramento de escolas, nomeadamente no interior do país, para quem tem os filhos na capital a serem transportados à escola em carros do Estado, pagos por todos nós, é insensível ao facto das crianças das aldeias com escolas terem agora que se levantar 2 horas mais cedo para percorrem 50 km de autocarro para irem para outra escola, correndo o risco de serem vítimas de acidentes nas estradas com geada e neve no inverno. E para que servirão as escolas fechadas? Que desperdício de dinheiro dos contribuintes!

Com esta política de destruição do ensino e da investigação científica em Portugal, o sr. ministro e o seu incompetente governo estão a contribuir intencionalmente para o aumento do analfabetismo e do retrocesso científico, cultural e social do país.

“O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Emanuel Kant

Manuel Coimbra

Anúncios

CARTA ABERTA A PASSOS COELHO

Posted in Política e Sociedade: Artigos de Opinião by Manuel Coimbra on 27/09/2012

Passos Coelho,

Face à prática política que você tem seguido, vou fazer o seu retrato psicológico. Você é: MENTIROSO (porque disse que não apoiava mais medidas de austeridade para o povo português, quando estava na oposição, e desde que há 1 ano chegou ao governo fez precisamente o contrário: confiscou os subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e aos reformados, diminuiu o valor do RSI, baixou o valor das deduções específicas e o valor dos abatimentos em sede de IRS e mentiu a uma criança, numa escola que visitou no período pré-eleitoral, que lhe perguntou se você ia retirar o subsídio de férias e de Natal à sua mãe e você garantiu-lhe que nunca faria uma coisa dessas, lembra-se?; adulto que engana uma criança não tem carácter), INJUSTO (porque lançou impostos sobre os rendimentos do trabalho, sobre a classe média e os mais desfavorecidos e não lançou qualquer imposto sobre as grandes fortunas, sobre rendimentos do capital ou sobre os lucros das grandes empresas), COBARDE (porque não tem coragem para impor aos ricos impostos, enquanto que sacrifica o povo com impostos desmedidos), TRAIDOR À PÁTRIA (porque está ao serviço de interesses particulares ao privatizar empresas públicas como a EDP e a REN, que atingiram a dimensão que actualmente têm à custa do dinheiro dos contribuintes nelas investido em infraestruturas ao longo de muitos anos e vendeu, ou antes, deu o BPN por 40 milhões de euros ao BIC, quando havia ofertas de compra muito superiores, ao mesmo tempo que deu um aval de 68O milhões de euros com dinheiro do Estado a este banco, pela aquisição daquele; você também boicotou, durante meses, a viabilização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, que tinham encomendas que cobriam as dívidas da empresa, para a vender também a um grupo privado; os traidores são sempre pagos e você está na política para enriquecer à custa do Estado português, com estes favores que anda a fazer aos privados de quem você é testa de ferro), IMORAL (porque os seus actos são próprios de uma pessoa que não tem princípios éticos de equidade, de fraternidade, de justiça, que são os valores com que se deve construir uma sociedade que dignifique o ser humano), CORRUPTO (porque não tem integridade de carácter para resistir às pressões e aos interesses de alguns, prejudicando milhões de portugueses), etc. VOCÊ E OS MEMBROS DO SEU GOVERNO SOIS PIOLHOS POLÌTICOS EM CAMISA LAVADA!

CARTA ABERTA A PASSOS COELHO

Posted in Política e Sociedade: Artigos de Opinião by Manuel Coimbra on 17/02/2012

CARTA ABERTA A PASSOS COELHO

Sr. ministro

Escrevo-lhe esta carta para lhe dizer o seguinte:

– em 26 de Março de 2011, numa escola que visitou, uma estudante perguntou-lhe se você, se fosse 1º ministro, ia tirar os subsídios de Natal e de férias à mãe e você disse-lhe que nunca tomaria uma medida dessas, que isso era um disparate e também chegou a afirmar publicamente que não aprovava o PEC 4, porque não apoiava mais aumentos de impostos, pois não se deviam impôr mais sacrifícios aos portugueses. Mas você não cumpriu o que disse! Mentiu a uma criança e aos portugueses! Porque, agora no governo, você extorquiu 50% do subsídio de Natal de 2011 aos reformados, aos pensionistas e aos funcionários públicos e decidiu acabar com esses subsídios a partir de 2012, portanto, você é um mentiroso; se a José Sócrates coube a alcunha de Pinóquio, a si assenta-lhe perfeitamente a alcunha de Super-Pinóquio;

– você não tem o sentido da equidade nem o da Justiça, porque excluiu deste contributo e sacrifício, que deviam ser colectivos, as grandes fortunas, os bancos e as grandes empresas, que têm lucros de milhões de euros por ano;

– você já mostrou não ter estatura moral, nem política, para governar, pois limita-se a ser um lacaio de interesses privados e de grupos económico-financeiros, nacionais e internacionais, que favorece, sacrificando os portugueses mais desfavorecidos e o interesse nacional (não é compreensível ter-se vendido o BPN ao BIC – banco de capitais maioritariamente angolanos – por 40 milhões de euros, quando havia outros potenciais compradores que ofereciam 100 milhões, a manutenção dos postos de trabalho e financiamento a pequenas e médias empresas: o Estado perdeu de imediato 60 milhões de euros; recordo-me que uma semana antes do negócio se efectuar, Paulo Portas, o tal do negócio dos submarinos, esteve em Angola e até a Comissão Europeia desconfia da venda do BPN ao BIC, tendo considerado o “preço negativo”; ao permitir as privatizações da EDP, da REN e da GALP, você vai entregar lucros anuais de milhares de milhões de euros, que estas empresas facturam, a alguns privados, concentrando ainda mais riqueza numa minoria em prejuízo do Estado – que somos todos nós);

– você favorece clientelas partidárias – jobs for the boys and girls – pois colocou três gestores não executivos na CGD desnecessariamente, fora os outros que estão a ser espalhados por várias instituições públicas, muitos deles sem qualquer experiência nas áreas profissionais em que lhes arranjou o “tacho”, só por causa da sua coloração partidária e para lhes arranjar um emprego altamente rentável, quando você criticava o anterior governo por essa mesma atitude; pois é, chegou o momento de “meter a mão no pote”;

– você, o seu governo, o PSD e o CDS sois tudo menos sociais-democratas, pois contribuístes, após o 25 de Abril, e continuais a contribuir para aumentar o fosso entre ricos e pobres no nosso país.

Tenha pois vergonha na cara e demita-se, já que você, em poucos meses, perdeu credibilidade e legitimidade moral e política para governar Portugal.

Manuel Coimbra